Há um bandido cor do cinza

ccinza

Há um bandido cor do cinza que corre no meu coração
às vezes ele me faz acreditar que ele deixou,
é apenas bem escondido em meu coração
e corre corre no meu coração incessantemente …

Existen imperceptíveis pistas de savana,
Existen amargas acampamentos sob as estrelas,
Existen esperados chá de menta no deserto,
Existen quentes gotas de orvalho,
Existen conctactos cheios de tensao por madrugada ,

Existen abraços que tem sede de sensibilade.

O meu bandido se escondeu,
Ele é perseguido, o meu bandido,
É caçado,
Ele fica preso,
ele perdeu sua liberdade,
da seus punhos deslizan lágrimas e poeira

Há um bandido cor do cinza que corre no meu coração
e corre corre no meu coração incessantemente …

é apenas bem escondido em meu coração,
Ele combina sua respiração no meu jeito
para não ser notado,
Eu fico ouvindo o meu bandido
para além de cada silêncio,

eu sei que ele não desapareceu.

Meu bandido mistura a sua sombra,
a tensão vá a segurarlo forte,
o terreno é minado,

escapes e foge,
ele quere fugir
ele precisa que fugir,
Nos flancos finas
ele tem arrancada comprimida

no firmeza do corrida.

Hà um bandido do cor do cinza que corre no meu coração
e corre corre incessantemente
desenhando trilhas de poeira e esperança

Annunci

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...